I wish I was special

A maioria das pessoas que posta alguma coisa através das internets por aí gosta de receber comentários, likes, shares, retweets, jóinhas, favs e o que mais a grande rede mundial de computadores tem a oferecer para jogar um fermento no ego virtual de cada um, mas acredito que a maioria concorda que nem todos os comentários são necessariamente bem-vindos. Estou falando daquele pessoal que não tem muito a dizer, mas que não consegue conter a necessidade absurda de se fazer presente. Eis alguns exemplos desse mal que afeta tantos brasileiros:

BELAS CORES
Já começa errado: que comentários podem ser feitos a respeito de uma foto? Geralmente é aquela coisa de “Onde você tirou essa?” “O que diabos é isso?” “Esse é aquele cara em quem eu vomitei na festa da formatura mês passado?”. As duas primeiras podem ser resolvidas com legendas e/ou geolocalização e a terceira era melhor nem ter perguntado, mas o que é de cair o cu da bunda de verdade é quando nego se mete a fazer uma análise conceitual de uma foto que só saiu boa porque você espirrou e bateu o dedo no botão na hora certa. E quando ele não tem nada pra dizer ele vem com essa merda desse “belas cores”. Meu amigo: existem umas 20 cores no mundo e elas estavam todas lá quando eu tirei a foto, eu não precisei montar nada.

MUITO BOM
Se tem gente que peca pelo excesso, outros pecam pelo minimalismo. Resumir todo o seu comentário a um elogio genérico é a mesma coisa que dizer “que nome… diferente!” quando sua prima apresenta o namorado chamado Motocicleiton. Era melhor que você se retirasse da sala pra mijar de tanto rir ou simplesmente seguir sua vida sem ligar pra criatividade da mãe do pobre coitado. Parece que você simplesmente quis comentar ali pra deixar aquele link maroto pro seu blog sobre piadas engraçadas que te mandaram por email.


LINDO REGISTRO
A defesa encerra seu pronunciamento.

Toda vez que sentir esse comichão de comentar qualquer bobagem que não vai agregar nada na vida de ninguém, lembrem-se de Mia Wallace:

That’s when you know you found somebody really special. When you can just shut the fuck up for a minute and comfortably share silence.


8 comments

  1. Nossa, um blog novo (oxímoro, apreciamos). Acho que vou enfiar no greader. Acho que também vou roubar o gif animado, pode ser útil. No mais, lindo registro.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s